et-loader

Air 1

Console analógica, modelo de entrada da série AIR, mas com os recursos essenciais que muitas emissoras  precisam. Pequena e robusta, com construção em metal, já temos nossa atençao para seus mostradores de níveis construídos em led e ainda com um pequeno indicador central de “On Air”, o que facilita bastante para quem opera. Ainda com relação aos medidores, um recurso bem útil é a possibilidade de esccolher o que vamos monitorar, e dentro dessas oções temos PGM, PGM2 ou EXT, este último  vamos falar adiante.

Para que possamos ter uma ideia dos recursos principais de cada console, vou colocá-los no esquema de tópicos, assim facilita para o leitor fazer uma eventual comparação.

A Air-1 possui: • Oito canais, sendo a composição com dois Microfones e 6 canais de linha. Todos com um botão de acionamento “ON” independente, por canal. • Dois Pré-amplificadores de Microfone embutidos, ambos com controle de ganho independentes, que variam de -50dBu até +4dBu. • Dois barramentos de PGM (PGM1 e PGM2), com isso podemos alimentar dois destinos escolhendo o que enviar em cada um, possibilitando ainda obter um mixminus para híbridas e codecs. • Controles independentes Para Monitor (Control Room), Cue e Fones. Não há saída “Studio”, o que na maioria das vezes não faz falta e acredito que seja aceitável em consoles desse segmento. • Entrada “EXT”, uma entrada EXTernal, ou seja, externa para inserção de um Receiver ou som processado , para retorno do locutor. Recurso primordial, claro. • As conexões são feitas em plugs 1/4”TRS, balanceadas, tanto entradas e saídas, exceto pelo CUE, que é desbalanceado e precisa de um alto-falante externo. • CUE independente por canal, mas isso é uma característica mandatória em qualquer console de radiodifusão. • Chaveamento de tally embutido para controle de um Relè externo

A pequena console é alimentada por uma fonte externa com um tamanho similar a de uma fonte de computador, fica fácil de acomodá- la em qualquer pequeno espaço.

Por último e não menos importante, a conexão USB. Quando conectada ao PC fornece uma “placa da audio” virtual com uma conexão de entrada e saída. Para escolher o que enviar, PGM1 ou PGM 2,  basta selecionar no dipswitch referente a função desejada. Já o recebimento de áudio vindo

do PC para a Air-1 é feito pelo canal 8. Então é importante que não haja nada plugado em seu respectivo conector.  E para quem ficou na dúvida, os dipswitches que precisam ser alterados, ficam todos na parte da baixo da mesa e com fácil acesso.

A Air 1 é uma mesa muito versátil, uma pequena notável, com recursos de “gente grande” e de quebra você abandona de vez aquele terríveis e ruidosos conectores P2 do seu PC!

A Audioarts AIR-1 tem tudo o que você precisa para entrar no ar, para produção, jornalismo e podcasting, a um fração do custo de consoles bem maiores. A AIR-1 vem com duas entradas de microfone e seis entradas estéreo que podem ser roteadas para qualquer uma das suas duas saídas estéreo, além de uma completa seção de monitoração e medidores, usualmente só encontrados em desenhos muito maiores. Dip-switches montados na parte inferior permitem uma fácil programação das funções. Uma porta USB permite que o sistema de automação ou um computador acesse a console, para enviar e receber áudio

DESTAQUES

– Dois barramentos de programa, que podem ser estéreo ou soma mono

– O barramento de CUE pode interromper automaticamente o monitor principal, quando ativado

– Medidores chaveados, mostrando PGM 1, PGM 2 ou EXT

– Seleção da fonte de monitor: PGM 1, PGM 2, ou EXT

– Saídas de fones separadas para técnica e estúdio

–  Faders de longo percurso nas entradas e monitoração

– Dois pré-amplificadores de microfone, de alta performance e baixo ruído

– Iluminação LED em todos os switches

Amplificador de fones embutido com saída de +20dB

– Indicador NO AR acende quando um canal de entrada está ligado e assinalado ao PGM 1

– Porta USB bidirecional, para interface com sistemas de automação e computadores

ESPECIFICAÇÕES

ENTRADA DE ÁUDIO

Microfone                   Conector XLR, balanceado.  Impedância >2KΩ em modo bridge, sensibilidade ajustável de -64dB à -24dB; nível máximo de entrada: 0dBu

Linha                           Jack de 1/4″(P10)TRS,  balanceado. Impedância >40KΩ em modo bridge. Sensibilidade ajustável para +4=0VU ou -4dBu=0VU; nível máximo de entrada: +28dBu

Externo                                  Mesmos valores que Linha

SAÍDA DE ÁUDIO

Programa                   Estéreo, em jack 1/4″(P10)TRS, balanceado. Impedância de 100Ω, para conectar com equipamentos >600Ω;  0VU = +4dBu, saída máxima de +28dBu

Monitor                       Estéreo, em jack de 1/4″ (P10), desbalanceado

Fones                         Estéreo, em jack de 1/4″ (P10) TRS, para alimentar fones típicos de broadcast, com impedância >200Ω

Cue                             Em jack de 1/4″(P10)TRS, desbalanceado

LÓGICA

On-Air                         Em jack de 1/4″(P10)TS, de dois fios, relé de baixa corrente para fechar relé externo que alimente com AC sinalizador “No Ar”

PERFORMANCE

Resposta               Mic: +- 0,1dB, 20Hz-20kHz;  Linha: +- 0,1dB, 20Hz-20kHz

THD                       Mic: <0,002% @1kHz/+24dBu;  Linha: <0,0003% @1kHz/+24dBu

Ruído                    Mic: -128dB EIN; Linha: -92dB ref.+4dBu

Diafonia entre barramentos: -100dB @1kHz, -96dB @ 20kHz

Separação estéreo:    95dB @1kHz

FÍSICO

Dimensões                 L: 38,6cm. P: 29,2cm. A: 2,3cm frente; 6,3cm traseira

Peso                           3,2kg. Peso de transporte na embalagem: 5,4 kg

Alimentação                100-240VAC, 50-60Hz, 25W

ico-folheto-tecnico