et-loader
Pordutos para emissoras de radio

Air -5

Apesar de a Air-5 ser um modelo posterior a Air-4 ela possui menos recursos comuns e em contrapartida, possui alguns recursos novos que são bem interessantes. Antes de nos aprofundarmos vamos a alguns recursos básicos:

  • Dois barramentos de PGM (PGM1 e PGM2); • Dezesseis canais, que se dividem em: quatro canais para microfones, dez canais para linha, um canal para PC (USB) e um canal para Híbridas; • 4 circuitos pré amplificadores para miocrofones com ganhos independentes.

O préamplificadoo do MIC1 tem seu OUTPUT ligado diretamente ao CANAL 1. Os préamplificadores dos MIC 2 ao 4 são ligados aos canais 2 a 4, contudo os canais • O canal 16, com o nome de CALLER, é usado para receber áudio de híbridas e possui um retorno MXM (mixminus) para essas híbridas; • Botão talkback; • Controles independentes Para Monitor, Cue e Fones. Nessa versão nao temos controle de audio para Studio. • Chaveamento de tally embutido para controle de um Relè externo • Entrada “EXT”,  para inserção de um Receiver ou som processado para retorno do locutor. • Alto-falante de CUE interno.

Pudemos observar que muitos recursos da Air-4 não estão mais presentes na Air-5, contudo há algumas mudanças que podem ser interessantes para emissoras de rede. O controle GPIO por canal foi retirado. Apenas os canais de 13 a 15 possuem comandos para máquinas, os antigos Machines ports. Porém, a essas mesmas portas, foi adicionada a possibilidade de receber sinais de comando externos, que por sua vez controlam a abertura de canais remotamente, denominados aqui de REMOTE ON/OFF. Como disse anteriormente, isso pode ser de extrema importância, talvez mandatório, para uma emissora ponta de rede que precisa de automação no processo. Apesar de não termos controle de áudio para Studio, temos uma conexão para STUDIO e três conectores se encontram presentes no painel traseiro, estes últimos com nome de STU1, 2 e 3.  Em todos recebemos o mesmo áudio que vai para os monitores (Control Room), mas sem controle. Nesse caso, podemos dizer, de modo simlista, que temos uma distribuição de áudio, pura e simplesmente. Uma novidade, muito prática por sinal, é a presença de um módulo Bluetooth na Air-5. Hoje em dia, com a popularização de programas como Whatsapp ou qualquer outro de audio/video chamada, é imprescindível a emissora trabalhar com um smartphone para receber os diversos envios feitos nos mais variados aplicativos. A maneira mais fácil de extrair esse áudio nesse caso, certamente é o Bluetooth. Além de termos essa possibilidade pronta na Air-5, temos maleabilidade para direcionar o áudio que precisamos para entregar como retorno, PGM1 ou 2 por exemplo e ainda temos a saída da interface Bluetooth disponível em um conector RJ45, o que nos permite conectar em qualquer canal  que desejemos.

Para finalizar nossa conversa sobre a Air-5, posso dizer que essa console é bem especial para situações especiais. Mesmo sentindo falta das GPIO (comando) para equipamentos, acredito que seja uma situação facilmente contornada, já que hoje em dia os supostos equipamentos que fariam uso desse tipo de “disparo” não estão mais entre nós, na esmagadora maioria das vezes. Também o fato de have a possibilidade de receber comandos externos é um ponto marcante nessa console, sendo uma ótima escolha para emissoras pontas de Rede que necessitam automatizar o processo, como eu disse anteriormente.

A AIR-5 é uma das integrantes da série de consoles AIR da Audioarts, com conectividade de entrada e saída por USB.

A AIR-5 tem quatro pré-amplificadores de microfone, o que permite o uso de um microfone para o apresentador e de três para os convidados, sem a necessidade de usar pré-amplificadores externos.

Ela tem 16 faders de entrada, mix-minus para híbridos telefônicos, dois barramentos de programa, alto-falante de CUE embutido e controles separados de monitoração para técnica e estúdio.

Com recursos básicos como cue, talkback e mix-minus, a AIR-5 é perfeita para pequenas estações querendo fazer um upgrade de suas instalações, assim como para emissoras de maior porte que precisam de um estúdio auxiliar, ou de uma console para o departamento de jornalismo.

Adicione conectividade USB para o áudio de notícias vindo de computadores, Digital Audio Workstations (DAWs) ou rádios por web (streaming) e a AIR-5 é a perfeita aquisição para uma emissora all news ou de internet.

DESTAQUES

– Chassis de 16 canais, com conectividade USB de entradas e saídas.

– Medidores VU chaveados

– Dois barramentos de programa com saídas balanceadas (comutáveis para estéreo ou mono)

– 4 pré-amplificadores de microfone

– Saída para estúdio com seleção de fontes independentes e tecla de talkback da técnica para o estúdio

– Chaveamento eletrônico

– Iluminação a LED

– Chassis compacto para montagem em topo de móvel

– Alto-falante de CUE embutido

– Jack para fones com lógica de “split-cue” e amplificador embutido

– Entrada externa para a seção de monitoração (para monitorar a transmissão “no ar”)

– Conectores RJ-45 para cabeamento de baixo custo

– Entradas e saídas balanceadas e desbalanceadas, para interface com equipamento profissional ou “consumer”

ESPECIFICAÇÕES

ENTRADA DE ÁUDIO

Microfone                   Conector de inserção direta, balanceado, impedância >2KΩ em modo bridge, sensibilidade ajustável, nível máximo de entrada: -6dBu

Linha                           Conector  RJ-45, balanceado. Impedância >10KΩ em modo   bridge. +4dBu = 0VU.  Nível máximo de entrada: +24dBu

Externo                      Mesmos valores de Linha

SAÍDA DE ÁUDIO

Programa                 Conector RJ-45, balanceado; impedância de 100Ω, para conectar com equipamentos >600Ω;  0VU = +4dBu, saída máxima de +24dBu

Estúdio e Técnica      Conector RJ-45, desbalanceado

Fones                         Estéreo, em jack de 1/4″ (P10) TRS, para alimentar fones típicos de broadcast, com impedância >200Ω

Cue                             Alto-falante na barra de medidores

Conector fêmea DB-25 para ligar amplificador de potência externo

LÓGICA

On-Air                         Contatos fechando em baixa corrente para alimentar relé externo de sinalização NO AR

Comando START    Saída com isolador ótico, para partida remota de equipamentos

PERFORMANCE

Resposta                     +- 0,1dB 20Hz-20kHz (linha e microfone)

Alcance Dinâmico      Linha(ganho unitário)113dB; Mic (ganho de 54dB)100dB

Headroom                  24dB acima de -4dB

Ruído                          Microfone: -128dB EIN. Linha: -87dB referência de 0VU

THD+N                       Mic: <0,02% @-50dBu de entrada, +4dBu de saída.   Linha: <0,003% @-4dBu de entrada, +4dBu de saída

Diafonia entre barramentos: -111dB @1kHz

Separação estéreo:    [email protected]

FÍSICO

Dimensões                 L: 72,39cm. P: 36,5cm. A: 2,69cm frente; 10,31cm traseira

Peso                           8,3kg. Peso de transporte na embalagem: 10,9 kg

Alimentação                100-240VAC, 50-60Hz, 50W

ico-folheto-tecnico